Maíra Santos, itala-brasileira, nascida em São Paulo, Brasil. Bailarina e Antropóloga. Formou-se em danças brasileiras e contemporânea  nos contextos formal e não formal. E entre as duas, Antropologia pela Unicamp. De 2003 – atual: pesquisa de movimento e pedagogia da Cia.à Fleur de Peau (Namura & Bugdahn) – Residência Artística junto à Cia/ França. Projeto aprovado no Ministério da Cultura, Edital nº 03/2007 – Programa de Intercâmbio e Difusão Cultural. De  2007- atual: treinamento do Método DanceAbility. De 1999 – 2011: aprendizado contínuo de Técnicas Corporais: Body-Mind Centering;  Yoga; e Release Technique. Bolsa de Pesquisa da Cátedra Jaime Cortesão/USP e do Instituto Camões/UNL/Lisboa, para investigação nos arquivos portugueses (Projeto de Mestrado). Período: fevereiro e março/2004. Como artista da dança atuou em trabalhos de criação como coreógrafa, intérprete-criadora, e preparadora corporal em Lisboa, São Paulo e Berlim. Dedica-se a pesquisa dos seguintes temas: iniciação em dança contemporânea (crianças e adultos com ou sem deficiência), processos criativos, enfoque técnico e abordagens somáticas aplicadas à dança e ao movimento. É Doutoranda em Dança em na Faculdade da Motricidade Humana (UTL) e integrante do quadro de pesquisadores do Laboratório de Estudos sobre Corpo, Arte e Educação (FE/Unicamp).